fbpx

Cabine primária: como funciona, para que serve e quando devo instalar

Nem sempre a energia que é distribuída pela sua concessionária atende a demanda que você precisa, não é mesmo?

Isso acontece com muitos empreendimentos industriais, condomínios, entre outros…

E quando a demanda que você precisa ultrapassa o limite estabelecido dentro da microgeração distribuída (Potências de até 75 KW), você entra na minigeração distribuída (Potência de 75 KW a 5 MW).

Nesse momento, surge como opção a cabine primária!!

Esse equipamento é responsável por controlar a carga de média ou alta tensão recebida para ter tudo funcionando com qualidade e potência necessária.

 

O que é cabine primária?

A cabine primária se trata de um equipamento responsável pela passagem de energia elétrica, ela é a primeira a receber a energia antes que chegue até seu equipamento.

A cabine é ligada diretamente ao sistema de distribuição em média ou alta tensão, e a função deste equipamento é transformar essa tensão média ou alta em tensão comum (110V, 220V e 380V).

Exatamente por essa transformação, é que a cabine primária recebe a energia antes que chegue ao equipamento, pois com essa mudança de tensão, a energia que seu aparelho recebe já é própria para o consumo, evitando quaisquer desgastes ou até mesmo perdas, preservando a sua vida útil.

Muitas pessoas confundem a cabine primária com cabine secundária, mas existe uma grande diferença entre elas, pois enquanto a cabine primária é responsável pela distribuição de energia com capacidade de sustentar uma grande área de diversos locais, a cabine secundária trabalha com baixa tensão, sustentando apenas um local específico.

Existem 04 tipos de cabine primária.

São elas: cabine primária simplificada, cabine primária de alvenaria, cabine primária de poste e cabine primária blindada.

 

Vantagens da cabine primária

O uso da cabine primária em locais que consomem uma alta quantidade de energia pode ser altamente favorável, a começar pela redução de despesas.

É importante saber que essa redução não ocorre por causa da cabine em si, mas a partir do momento que o consumidor passar a usar uma potência maior que 75KVA (minigeração), a concessionária entende que você não faz mais parte da microgeração (Potências de até 75Kw).

Por esse motivo, o consumidor que antes se restringia a tarifa B (Juros mais altos) agora paga a tarifa A -Tarifa direcionada apenas a minigeração distribuída. A tarifa a possui juros menores por se tratar de consumidores que possuem uma alta demanda de energia.

Fora essa grande vantagem, a cabine primária também controla a potência de energia que seus aparelhos irão receber, evitando qualquer carga que possa causar danos ou mesmo perda.

 

A cabine primária controla uma alta quantidade de energia, por esse motivo, esse equipamento é construído pensando na segurança das pessoas responsáveis por sua manutenção, tendo todos os seus componentes envolvidos por materiais resistentes a eletricidade.

ATENÇÃO!!! Isso não significa que qualquer pessoa possa fazer sua manutenção ou entrar dentro da cabine primária, por mais que ela seja pensada para segurança de todos, ainda sim ela possui um alto risco. Por esse motivo, é muito importante que toda a manutenção seja realizada por pessoas treinadas.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial